Prefeitura de Camaçari – Camaçari

Este ano foi marcado por diversas realizações importantes na educação pública municipal, pois foi um período de implementações sustentáveis que seguirão conduzindo Camaçari rumo a novos tempos. Em 2023, a Secretaria da Educação (Seduc) alcançou a totalidade das unidades de ensino com a oferta do café da manhã; promoveu a ampliação de vagas, através do reordenamento da rede; lançou edital para contratação de profissionais efetivos; iniciou processo de estruturação do Sistema Próprio de Ensino na Educação Infantil; dentre outras ações estruturantes.

O período ainda contém a consolidação do fortalecimento da educação integral e integrada, com a implantação, no currículo dos estudantes, da Língua Inglesa e da Educação Física do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, essa adição favoreceu a iniciação das crianças numa segunda língua, bem como a inclusão do movimento, dos jogos e das culturas corporais no cotidiano da escola; e o atendimento da condicionalidade das avaliações externas, com participação de mais de 90% dos estudantes nas provas do Sistema de Avaliação Baiano de Educação (SABE) e Sistema  Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB).

A secretária da Educação, Neurilene Martins, faz um balanço positivo dos últimos 12 meses. “A nossa rede esteve constantemente mobilizada e dedicada à realização de entregas que fizeram a diferença nos processos de ensino-aprendizagem e na vida dos nossos estudantes. Do fardamento completo, aos livros didáticos de Língua Inglesa, para etapas em que essa oferta não é obrigatória, passando pela instalação de novos bebedouros nas escolas, programas de protagonismo estudantil e encontros formativos de grande relevância para os educadores. Todas as nossas ações convergem para a oferta de um serviço feito sob medida para os estudantes de Camaçari”, descreveu a gestora, citando que a aprovação de 50 estudantes da rede no Instituto Federal da Bahia (Ifba) referenda a qualidade do ensino público municipal.

Confira abaixo, algumas ações da Seduc no ano de 2023:

Universalização do desjejum – Iniciado em 2022, a inclusão progressiva de mais uma refeição na rotina dos estudantes foi concluída este ano, alcançando todas as unidades de ensino da rede com a oferta do desjejum, incluindo as creches e pré-escolas conveniadas. Essa é uma ação de natureza social com desdobramentos pedagógicos, pois um aluno bem alimentado aprende melhor. Ao todo, são ofertadas mais de 60 mil refeições por dia, entre café da manhã, lanche e almoço. O cardápio é diversificado e predominantemente formado por itens da agricultura familiar, como aipim, banana-da-terra, ovos e frutas diversas.

Instrumentalização tecnológica – Em continuidade ao movimento de instrumentalização tecnológica da rede – iniciada anteriormente com ações que incluem a entrega de 2 mil notebooks para os professores e mais de 100 projetores interativos, 3 mil chromebooks e 100 lousas digitais nas escolas, além da adesão ao Programa de Inovação Escola Conectada, do governo federal – também foram distribuídos, em 2023, 100 notebooks para secretários escolares e cerca de 300 para os professores e coordenadores pedagógicos contratados via Regime Especial de Direito Administrativo (Reda), o que possibilita o aprimoramento das atividades pedagógicas e administrativas na rede.

Oferta de inglês e educação física consolidada nos Anos Iniciais – Considerando a importância do contato com esses conteúdos já nos primeiros anos do ensino formal, a Seduc incluiu a oferta de Língua Inglesa e de Educação Física para os alunos menores (Anos Iniciais do Ensino Fundamental). Além da contratação de novos professores para compor essa oferta, também foram adquiridos, em 2023, livros didáticos e materiais esportivos para dar suporte às abordagens pedagógicas que integram os processos de ensino-aprendizagem e de promoção do desenvolvimento que resulta dessa prática, potencializado pela plasticidade cerebral e consequente habilidade de absorção de conhecimentos que caracterizam essa etapa.

Mais vagas na Educação Infantil – A ampliação de vagas de Educação Infantil resulta da política de reordenamento da rede, movimento que gerou a expansão das vagas em diversas escolas, por meio da relocação de turmas. A ampliação de vagas em editais, na parceria com as creches e pré-escolas comunitárias, através de convênio com a administração pública, também oportunizaram o acolhimento de mais crianças. O resultado desse trabalho foi a ampliação de vagas para creche (de 844, em 2022, para 1.025, em 2023) e para pré-escola (de 3.479, em 2022, para 3.923, em 2023). A previsão para 2024 é de que esses números sigam crescendo de maneira expressiva, considerando que há cinco creches em construção – duas com previsão de entrega no 1º semestre e três para o 2º semestre.

Concurso Público – 2023 também foi o ano em que o concurso público, para preenchimento de vagas efetivas na rede, foi concretizado. O lançamento do edital ofertou vagas para coordenador pedagógico, cuidador educacional, intérprete de Libras, psicólogo, assistente social e professor de diversas disciplinas, profissionais que irão potencializar a efetivação de novas ações disruptivas e projetos de aprimoramento dos processos de ensino-aprendizagem na rede.

Fardamento completo – Em 2023, a administração pública seguiu com a distribuição gratuita, para todos os estudantes, do fardamento completo, inclusive calçado e casaco, e kit pedagógico com itens diversos. Também foram distribuídos kit chuva para os alunos da Educação Infantil e absorvente higiênico para as estudantes com o perfil. Também faz parte da relação de entregas deste ano, a aquisição de novos bebedouros para as escolas.

Sistema Próprio de Ensino da Educação Infantil – O ano de 2023 também foi marcado pelo lançamento do projeto de estruturação de um sistema próprio de ensino voltado especificamente para a Educação Infantil, um movimento que já está em andamento na rede e que volta a atenção para o público atendido nas creches e pré-escolas, visando o desenvolvimento integral das crianças. Esse processo começou antes com o Ensino Fundamental e segue consolidando diversos produtos e serviços pautados em uma oferta educacional feita sob medida para os estudantes de Camaçari.

Manutenção nas escolas – Todas as 103 unidades da Rede Pública Municipal de Ensino de Camaçari passaram por manutenção predial, com revisões elétrica, hidráulica, de esquadrias e nos telhados, reposição de lâmpadas, e substituição de revestimentos cerâmicos. Em 2023, 16 escolas receberam melhorias de maior impacto, sendo 11 na sede e cinco na costa. As escolas municipais Américo Ferreira dos Santos, no distrito  de Monte Gordo, e Luiz Pereira Costa, no bairro Dois de Julho, foram algumas das contempladas.

Essas são algumas das ações de destaque do ano de 2023, embora o cotidiano dos profissionais de educação, das equipes envolvidas nas etapas de planejamento e acompanhamento, até a execução das aulas e dos encontros formativos, reúna mais elementos que compõem esse movimento de qualificação. Prova disso foi a mobilização das equipes técnico-pedagógicas no trabalho de busca ativa e de reafirmação das aprendizagens no contexto da aplicação das avaliações externas, para assegurar que as escolas gerem dados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e possam, através da análise de dados oficiais, seguir aprimorando a oferta educacional.

As perspectivas para 2024 reforçam esse movimento socioeducacional para garantir a todos o direito de aprender, promovendo o pleno desenvolvimento das crianças, adolescentes, jovens e adultos que compõem o corpo discente da Rede Pública Municipal de Ensino de Camaçari. 

Foto: Reprodução



Fonte: Prefeitura de Camaçari