Prefeitura de Camaçari – Camaçari

Em 2023, com a retomada dos trabalhos e a reabertura gradual dos espaços, passado o período da pandemia da Covid-19, a Secretaria do Turismo (Setur) deu continuidade às ações iniciadas ainda no ano anterior, para tornar o turismo de Camaçari uma atividade primordial para a economia do município. Para atender aos anseios do trade turístico, de visitantes e moradores, os investimentos foram ampliados e a qualificação dos agentes de turismo esteve entre as prioridades da pasta.

Para a titular da Setur, Cristiane Bacelar, este foi mais um ano de resultados acima do esperado. “Trabalhamos de forma incansável para colocar Camaçari na vitrine das grandes operadoras de turismo, e a atuação forte do prefeito Elinaldo e de toda a gestão, contribuiu para que a nossa cidade se tornasse roteiro turístico para milhares de visitantes em todos os períodos deste ano”, explicou a secretária.

Por natureza, como toda cidade costeira, Camaçari, com seus 42 quilômetros (km) de praia, é favorecida para a prática do turismo. No período do verão, considerado alta estação, a cidade oferece diversos atrativos que enchem os olhos e o coração dos visitantes e moradores. Logo nos três primeiros meses do ano, acontecem as tradicionais lavagens que promovem o turismo religioso, com as homenagens aos santos católicos padroeiros das diversas localidades, como também com manifestações de cunho afro- religiosa e de cultura popular.

Além das festividades tradicionais, outra ação que já se consagrou como indispensável para o período é a Feira Pôr do Sol, que este ano, na 4ª edição, contemplou as localidades de Guarajuba e Arembepe, onde 79 expositores, artesãos e outros empreendedores puderam comercializar os produtos e gerar renda extra. A feira ainda contou com vasta programação musical, um atrativo a mais para os frequentadores.

Além dos milhares de turistas e visitantes que, em 2023, escolheram Camaçari para passar férias, feriados e o veraneio, o município também recepcionou importantes eventos esportivos e de aventura, que movimentaram toda a região costeira, além da sede e zona rural, resultando no aquecimento das atividades turísticas, com hospedagens em 100% de ocupação, mesmo em períodos de baixa estação.

Como exemplos, vale citar a 2ª temporada do Cicloturismo da Costa de Camaçari, em agosto, evento que contou com a participação de mais de três mil ciclistas; no mesmo período, a 5ª edição dos Jogos Integrados do Instituto Federal da Bahia (JIFBA), com quase 1.000 pessoas oriundas de 20 municípios baianos, entre elas, alunos da instituição e corpo técnico de cada delegação; bem como as etapas do Campeonato Baiano de Arrancada e o Bahia Speed Challenger, realizadas em janeiro, abril e julho, que contou com a participação de carros de competidores de vários estados.

Mas, nem só de festas e eventos esportivos se faz turismo em Camaçari. Parcerias firmadas com importantes instituições, que atuam no campo da qualificação profissional, como o Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), possibilitaram mais capacitações e consultorias empresariais, com vistas a fortalecer empreendedores dos mais diversos segmentos, desde baiana de acarajé, até vendedor ambulante, artesão e barraqueiro, como os vários restaurantes e meios de hospedagens.

Ao longo do ano, a Prefeitura de Camaçari, por meio da Setur, em parceria com o Sebrae, promoveu dezenas de ações e alguns eventos focados no desenvolvimento dos empreendedores locais, a exemplo do lançamento do Festival Gastronômico da Costa de Camaçari, com culminância prevista para fevereiro de 2024; a criação de cinco roteiros turísticos profissionalizados, como a Aldeia Hippie de Arembepe; turismo étnico-afro na Casa do Mensageiro, em Barra do Pojuca; turismo oral na Fazenda Kadosh, em Vila de Abrantes; turismo cultural, com o Grupo Espermacete – do Terno de Reis ao samba de roda, sob a liderança da Mestre Nildes; e turismo de experiência, no Quilombo de Cordoaria. Estes foram alguns dos principais trabalhos desenvolvidos em 2023 com a instituição.

Com o Senac, mais de 300 munícipes, que atuam ou desejam atuar como agentes de turismo, foram contemplados com cursos de capacitação técnica em 12 especialidades, incluindo atendimento ao turista, ecoturismo, inglês e espanhol básico aplicado, higiene e manipulação de alimentos, guia turístico, entre outros. Ao todo, 42 turmas foram certificadas nas respectivas áreas de atuação.

E fechando o ano com chave de ouro, para alegria de todos que acreditam e investem no turismo de Camaçari – que a cada ano tem se desenvolvido e ocupado lugar de destaque não só na Bahia, mas em todo o Brasil e no exterior – vale pontuar ainda que, por mais um ano consecutivo, o município conquistou o selo internacional Bandeira Azul.

A renovação da credencial, que acontece pela 5ª vez na praia do Paraíso, em Guarajuba, e pela 4ª na praia da Espera, em Itacimirim, é resultado do cumprimento de 34 critérios específicos, estabelecidos pela organização dinamarquesa Foundation for Environmental Education (FEE), promotora do programa, que inclui, entre outros, gestão ambiental, qualidade da água, sustentabilidade, segurança e serviço. A cerimônia de hasteamento das bandeiras para a temporada 2023-2024 aconteceu dia 21 de dezembro nas respectivas praias.

Foto: Arquivo



Fonte: Prefeitura de Camaçari