Prefeitura de Camaçari – Camaçari

As inscrições para o edital de fomento Camaçari Audiovisual encerram às 12h da próxima segunda-feira (8/1). A iniciativa selecionará projetos culturais do segmento para receberem apoio financeiro.

Promovido pela Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria da Cultura (Secult), o certame é o primeiro de quatro editais a ser realizado no município com aplicação dos recursos da Lei Paulo Gustavo (LPG). A inscrição deve ser feita através do Mapa Cultural de Camaçari, por meio deste link.

O valor total disponibilizado é de R$ 1.251.119,46, dividido em cinco categorias: curta-metragem; vídeos e games; novas mídias; outras mídias 1; e outras mídias 2. Ao todo, serão selecionados 76 projetos. Em todos os grupos ficam garantidas cotas étnico-raciais, sendo no mínimo 20% das vagas voltadas para pessoas negras (pretas e pardas), e, no mínimo, 10% para pessoas indígenas.

Os projetos devem contar com medidas de acessibilidade, de modo a contemplar no aspecto arquitetônico: recursos de acessibilidade para permitir o acesso de pessoas com mobilidade reduzida ou idosas aos locais onde se realizam as atividades culturais, além de banheiros, áreas de alimentação e circulação; no aspecto comunicacional: recursos de acessibilidade para permitir o acesso de pessoas com deficiência intelectual, auditiva ou visual ao conteúdo dos produtos culturais gerados pelo projeto, pela iniciativa ou pelo espaço; e no aspecto atitudinal: a contratação de colaboradores sensibilizados e capacitados para o atendimento de visitantes e usuários com diferentes deficiências e para o desenvolvimento de projetos culturais acessíveis.

Os agentes culturais contemplados no edital deverão realizar contrapartida social a ser pactuada com a administração pública, incluída obrigatoriamente a realização de exibições gratuitas dos conteúdos selecionados, assegurados à acessibilidade de grupos com restrições e o direcionamento à rede de ensino da localidade.

A seleção será feita em duas etapas. Na de análise técnica, será analisado o potencial de realização da proposta; adequação orçamentária e viabilidade; e acessibilidade da proposta. Na fase de mérito cultural, são critérios a conformidade com o Plano Municipal de Cultura; relevância cultural; potencial de impacto cultural e contrapartida social; e descentralização. Ainda serão acrescidas notas de bonificação, pontuando propostas que abordem manifestações e temáticas de grupos menorizados; diversidade da equipe básica, que abrange pessoa com deficiência (PcD), diversidade étnica, mulheres, LGBTQIAP+ (lésbicas, gays, bissexuais, trans, queer, interssexuais, assexuais e pansexuais); e se o proponente responsável pertence a grupo menorizado.

Outras informações podem ser obtidas no edital e nos anexos, que estão disponíveis no Portal da Secult neste link.



Fonte: Prefeitura de Camaçari