Gloria Maria, Rita Lee, Tina Turner e e mais: Relembre mortes que abalaram o Brasil e o mundo em 2023

Ano foi marcado por morte de figuras da política, entretenimento, esportes e humor, como Eliseu Padilha e Lisa Presley

Montagem/Reprodução/Instagram/@roberto_de_carvalho/@tinaturner/@friends
Rita Lee, Tina Turner e Matthew Perry estão entre as mortes que marcaram 2023

Assim como o ano passado, 2023 foi marcado por diversas perdas. Tanto no Brasil, quanto no mundo, mortes no campo das artes, cultura, esportes, política e humor marcaram o período que se encerra neste mês de dezembro. Entre as mortes, o câncer, problemas cardiorrespiratórios e acidentes estão entre os principais motivos dos falecimentos. Entre os brasileiros, a morte da rockeira Rita Lee foi uma das grandes perdas do ano, gerando homenagens por todo o país, com uma exposição no prédio da Fiesp, na Avenida Paulista, em São Paulo, cidade em que a cantora viveu por décadas. No jornalismo, Gloria Maria, uma das primeiras figuras negras da televisão brasileira, morreu após anos de inúmeros trabalhos como apresentadora e repórter. Nos esportes, o ídolo do Vasco, Roberto Dinamite, iniciou o ano causando uma grande perda para a história do futebol brasileiro. Matthew Perry, ator da consagrada série Friends, também impactou diversos fãs no mundo com a sua morte precoce.

Relembre as mortes que impactaram o Brasil em 2023:

Janeiro

Roberto Dinamite

Atacante e ídolo do Vasco da GamaRoberto Dinamite morreu no dia 8 de janeiro, aos 68 anos. O ex-jogador enfrentava um câncer no intestino desde 2021 e sofreu um agravamento em seu quadro de saúde, sendo internado no hospital. Ao todo, o atleta disputou 1.110 jogos pelo clube carioca, marcando 708 gols, se eternizando como maior artilheiro e maior ídolo do clube carioca.  Dentre os episódios mais marcantes da carreira, está seu retorno ao Vasco após uma passagem pelo Barcelona.

Roberto Dinamite

Roberto Dinamite foi o maior artilheiro da história do Vasco | Reprodução Instagram @rdinamite10 | Daniel Ramalho/Vasco da Gama

Lisa Marie Presley

Filha do músico Elvis Presley, Lisa Marie Presley morreu em 12 de janeiro, horas após sofrer uma parada cardíaca em sua casa, em Calabasas, na Califórnia. A notícia da morte foi dada por sua mãe, Priscilla Presley. Nos últimos dias de vida, ela chegou a comparecer à cerimônia do Globo de Ouro 2023, onde o filme “Elvis”, inspirado na carreira do pai, concorria em diversas categorias. Pessoas notavam em vídeos que a herdeira do rock estava com a voz arrastada e “instável”.

Lisa Marie Presley

Lisa Marie Presley morreu aos 54 anos após sofrer parada cardíaca | Chris Delmas / AFP

Fevereiro

Gloria Maria

Jornalista histórica da televisão brasileira, Gloria Maria morreu no dia 2 de fevereiro, no Rio de Janeiro. Em 2019, Gloria foi diagnosticada com câncer no pulmão e passou a fazer tratamentos. Em meados do ano passado, a jornalista iniciou uma nova fase do tratamento para combater novas metástases cerebrais. A apresentadora deixou duas filhas, Laura, de 14 anos, e Maria, de 15. Elas foram adotadas em 2009 durante uma viagem à Bahia. Glória gostava de fazer mistério acerca da sua idade e sempre levou o assunto na brincadeira.

Glória Maria

Glória Maria sonhava em viajar para Marte em última reportagem | Divulgação/Globo

Christian Atsu

Astro da seleção de Gana e ex-Chelsea, Christian Atsu morreu e teve corpo encontrado em meio a escombros de terremoto na Turquia. Em sua carreira, o jogador de 31 anos passou por diversos clubes da Europa. A confirmação da sua morte gerou uma comoção no mundo do futebol, sobretudo na Inglaterra. Muitos clubes prestaram condolências e lamentaram a morte do jogador. A Premier League, a Fifa, a página oficial da seleção de Gana e a Associação de Futebol de Gana também mandaram mensagens.

Christian Atsu

Christian Atsu tinha 31 anos e passou por vários clubes da Europa | Reprodução/Intagram/chris_atsu

Março

Just Fontaine

Maior artilheiro em uma Copa do Mundo, com 13 gols marcados na edição de 1958, o ex-jogador Just Fontaine morreu em 1º de março, em Toulouse, aos 89 anos. Fontaine ainda trilhou sua trajetória como treinador, em times e seleções como França, Marrocos, Paris, PSG, Toulouse e Luchon.

Just Fontaine

Just Fontaine morreu neste ano | PASCAL PAVANI / AFP

Paulo Caruso

Considerado um dos chargistas e caricaturistas mais importantes do Brasil, Paulo Caruso morreu aos 73 anos, em São Paulo, vítima de complicações de um câncer de cólon. Conhecido pelos seus cartuns políticos, Paulo se consagrou por fazer caricaturas ao vivo no programa Roda Viva, da TV Cultura, onde atuava desde 1987. Atualmente ele também publicava suas charges na “Revista Época”.

morre-paulo-caruso-73-anos-reproducao-roda-viva-tv-cultura

Lendário cartunista morreu na manhã de sábado, 4 de março | Reprodução/Roda Viva/ TV Cultura

Pedrinho Matador

Pedro Rodrigues filho, serial killer conhecido como Pedrinho Matador, morreu no dia 5 de março deste ano. Ele foi assassinado na manhã deste domingo, 5, em Mogi das Cruzes, na grande São Paulo, aos 68 anos. Pedro é considerado o maior assassino em série da história do Brasil. Ele foi condenado por cometer mais de 70 homicídios, no entanto, o próprio afirmou que matou mais de 100 pessoas. O assassino em série ficou preso por 42 anos, não cumprindo sua pena total. Em 2018, quando conseguiu sua liberdade, criou um canal no YouTube.

Pedro Rodrigues Filho

Pedro Rodrigues Filho, que ficou conhecido como Pedrinho Matador, foi assassinado em São Paulo | Reprodução/Globo

Antônio Pedro

Ator global,  Antônio Pedro morreu em 12 de março, aos 82 anos, em decorrência de insuficiências renal e cardíaca. Ele estava internado em um hospital do Rio de Janeiro. Também diretor, roteirista e produtor, Antônio Pedro estreou na TV Tupi em 1969, em “Super Plá”, e na TV Globo em 1972, na novela “O Bofe”. Com uma vida dedicada às artes, seu currículo também tem novelas, programas humorísticos, infantis e séries.

Antônio Pedro

Antônio Pedro fez produções de sucesso na Globo | Reprodução / Instagram /@borgesallice

Canisso

Canisso, baixista da banda de rock Raimundos, morreu no dia 13 de março, aos 57 anos. A causa da morte foi um infarto, que levou o músico a sofrer uma queda e ser encaminhado para o hospital. Em agosto do último ano, o músico já havia sido encaminhado para uma cirurgia que o levou a cancelar dois shows com a banda.

Canisso Raimundos

Canisso era baixista da banda Raimundos | Reprodução/Instagram @canisso_rmds

Eliseu Padilha

Ministro-chefe da Casa Civil durante o governo de Michel Temer, Eliseu Padilha morreu em 13 de março, aos 77 anos, vítima de um câncer no estômago. Eliseu também foi deputado federal pelo MDB por quatro mandatos, sendo em 2002 o mais votado do Rio Grande do Sul. Ele deixa esposa, seis filhos e cinco netos.

Eliseu Padilha

Eliseu Padilha foi ministro da Casa Civil de Michel Temer | Pedro França/Agência Senado

Juca Chaves

Famoso por unir música e bom-humor, o cantor, compositor e comediante Juca Chaves morreu aos 84 anos, em Salvador. Nascido no Rio de Janeiro, em 22 de outubro de 1938, o filho de um judeu austríaco foi batizado Jurandyr Czaczkes Chaves, mas aportuguesou seu nome. Apaixonado por música desde a infância, formou-se em música erudita, mas foi com um estilo que misturava bossa nova e humor ácido que ganhou notoriedade.

O compositor, músico e humorista brasileiro Juca Chaves posa para foto com a imagem de Gorbatchov ao lado

Juca Chaves morreu em março deste ano | Fernando Sampaio/Estadão Conteúdo – 01/11/1991

Ryuichi Sakamoto

Compositor japonês ganhador de um Oscar e um Grammy, Ryuichi Sakamoto morreu aos 71 anos no dia 28 de março, em decorrência de um câncer. Sakamoto alcançou o estrelato na década de 1970 ao lado de seu grupo Yellow Magic Orchestra. As inovações do artista serviram como base para vários gêneros da música eletrônica contemporânea, entre eles o synth-pop, house e hip-hop. Ele nasceu em 1952, em Tóquio, e cresceu imerso na arte.

Ryuichi Sakamoto

Ryuichi Sakamoto tinha 71 anos e morreu em decorrência de um câncer | Stefanie LOOS / AFP

Abril

Paulo de Tarso Sanseverino

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Paulo de Tarso Vieira Sanseverino, morreu no dia 8 de abril, aos 63 anos. Ele estava internado no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, para o tratamento de um câncer.  Em 2020, Sanseverino passou a integrar a Corte Especial. Desde novembro de 2021, era ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em agosto último, ele havia completado 12 anos como membro do STJ.

Ministro Paulo de Tarso Sanseverino

Paulo de Tarso Sanseverino foi ministro do STJ

Maio

Palmirinha

Palmira Nery da Silva Onofre, conhecida como Vovó Palmirinha, morreu aos 91 anos, em decorrência de agravamento de problemas renais crônicos. Ao longo de sua carreira, passou por programas na Band, Record, Globo e TV Gazeta. Seu último trabalho na TV foi em 2019, como jurada do reality “Chef ao Pé do Ouvido”. Ela deixou três filhas, seis netos e seis bisnetos.

Palmirinha morreu em maio de 2023 | Reprodução/Instagram/vovopalmirinha

Rita Lee

Considerada um dos maiores nomes da música brasileira, a cantora Rita Lee morreu em 8 de maio, aos 75 anos. Uma das maiores cantoras do rock nacional, a paulista emplacou sucessos com a banda Os Mutantes, como “Ando Meio Desligado” e “Minha Menina”, além de grandes hits em sua carreira solo, acompanhada do marido Roberto Carvalho. A cantora foi diagnosticada com câncer de pulmão em 2021, sendo submetida a tratamentos de imunoterapia e radioterapia.

Rita Lee

Cantora e compositora Rita Lee durante show na Virada Cultural | ERNESTO RODRIGUES/ESTADÃO CONTEÚDO

Xandy Negrão

O ex-piloto e empresário Xandy Negrão morreu na quarta-feira, 24 de maio, aos 70 anos, na cidade de Campinas, no interior do Estado de São Paulo. O esportista enfrentava um câncer há anos. Atualmente, Negrão era produtor de gado e tinha fazenda em Goiás. Um de seus filhos, Xandinho Negrão, também é piloto da Stock Car.

Ex-piloto de Stock Car, Xandy Negrão morreu aos 70 anos

Ex-piloto de Stock Car, Xandy Negrão morreu aos 70 anos | Reprodução/Instagram/stock_car

Tina Turner

A cantora americana Tina Turner, considerada a Rainha do Rock ‘n’ Roll, morreu, aos 83 anos, em sua casa, localizada em Küsnacht, na Suíça. Ao longo da carreira, ela ganhou oito prêmios Grammy’s e foi incluída no Hall da Fama do rock ‘n’ roll em 2021 como artista solo. Antes disso, em 1991, ela foi indicada, ao lado de Ike, com quem já fez um duo.

Tina Turner

Tina Turner no palco do Hipódromo de Sopot, em Sopot, Polónia, em 2000 | EFE/EPA/MACIEJ KOSYCARZ

Junho

Silvio Berlusconi

Ex-primeiro-ministro italiano, Berlusconi morreu aos 86 anos e vinha acumulando uma série de internações nos últimos anos por diversos problemas de saúde, incluindo desde sequelas deixadas pela Covid-19, doenças que ele contraiu em setembro de 2021, até problemas cardíacos. Desde 1994 na política, foi primeiro-ministro por nove anos – entre 1994 e 2011 – e, para milhões de italianos, o período de governo de Berlusconi representa uma idade de ouro da economia italiana.

Berlusconi itália

Berlusconi morreu em 2023 | ALBERTO PIZZOLI / AFP

Julho

Sepúlveda Pertence

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), José Paulo Sepúlveda Pertence, morreu aos 85 anos na madrugada de 2 de julho. Nascido em Minas Gerais, Sepúlveda passou a integrar a equipe de ministros da Suprema Corte em 1989. Sua saída ocorreu em 2007. O magistrado estava internado no Hospital Sírio Libanês, em Brasília, e sofreu falência múltipla dos órgãos.

Sepúlveda Pertence

Sepúlveda Pertence, ex-ministro do Supremo, morreu neste ano | José Cruz/Agência Brasil

Zé Celso

Renomado nome do teatro brasileiro, Zé Celso morreu aos 86 anos, no dia 6 de julho, em São Paulo. Um incêndio atingiu o apartamento do artista no bairro do Paraíso, na Zona Sul de São Paulo, e queimou 53% de seu corpo. O velório ocorreu em uma cerimônia aberta no Teatro Oficina, no bairro do Bixiga, na região central da capital paulista. Zé Celso era responsável pelo ambiente.

Zé Celso

Zé Celso, fundador do Teatro Oficina, morreu aos 86 anos | Reprodução/Instagram/oficinauzynauzona

João Donato

O músico João Donato morreu na madrugada do dia 17 de julho, no Rio de Janeiro, aos 88 anos. A informação foi confirmada pela família do artista. O músico tinha uma série de problemas de saúde e, recentemente, teve uma infecção nos pulmões. Donato se destacou como pianista, acordeonista, arranjador e compositor. Ao longo de sua carreira, promoveu fusões musicais de gêneros como jazz e música latina.

O músico João Donato

João Donato gravou com alguns dos principais nomes da música brasileira | Reprodução/Facebook João Donato

Tony Bennett

Um dos maiores ícones do jazz americano, Tony Bennett morreu em 21 de julho, aos 96 anos, em Nova York. Considerado um talentoso intérprete, ele fez muito sucesso em 1962 ao emplacar o hit I Left My Heart in San Francisco. Em 2014, com quase 80 anos, Bennett gravou um álbum de duetos com a cantora Lady Gaga e fez uma turnê mundial com a artista no ano seguinte.

Tony Bennett

Tony Bennett morreu aos 96 anos | Reprodução/Instagram/itstonybennett

Sinéad O’Connor

Sinead O’ Connor morreu aos 56 anos, em 26 de julho. A irlandesa fez sucesso na década de 1990 com “Nothing Compares 2 U”, música composta por Prince e que chegou ao primeiro lugar em vários países, incluindo os Estados Unidos. Ela também foi conhecida por suas fortes opiniões políticas, levantando o debate de diversas pautas, como os direitos da mulher e os abusos cometidos por integrantes da Igreja Católica.

Sinead O’Connor

Sinead O’Connor morreu aos 56 anos | Jason Kempin / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

Angus Cloud

Estrela de Euphoria, morreu em 31 de julho, aos 25 anos. O ator passava por luto após morte de pai e sofreu uma overdose. Na série da HBO, ele era conhecido pelo personagem Fezco, companheiro de Zendaya, artista principal da trama. Além da série, Angus também trabalhou nos filmes “North Hollywood” (2021) e “The Line” (2023).

Angus Cloud

Angus Cloud interpretou Fezco na série ‘Euphoria’, da HBO | ANGELA WEISS / AFP

Agosto

Mark Margolis

O ator Mark Margolis, famoso por seus papéis na série “Breaking Bad” e no filme “Scarface“, morreu no dia 4 de agosto, aos 83 anos. O ator estava internado em um hospital de Nova York e ainda não teve a causa de sua morte revelada pelos familiares. O perfil oficial da série “Breaking Bad” usou o Instagram para lamentar a morte do ator, que viveu Hector Salamanca na produção entre 2009 e 2011.

Mark Margolis, ator de ‘Breaking Bad’, morreu neste ano

Aracy Balabanian

A atriz Aracy Balabanian morreu aos 83 anos, no Rio de Janeiro, no dia 7 de agosto deste ano. Ela foi internada na Clínica São Vicente, localizada no bairro da Gávea, na zona sul da capital carioca, para tratar um câncer no pulmão. Dentre seus principais trabalhos, estão “Rainha da Sucata“, “Ti Ti Ti“, “O Casarão” e “Passione“. Além disso, a atriz se consagrou no papel de Cassandra Mathias Sayão na série “Sai de Baixo”.

Aracy Balabanian

Aracy Balabanian fez série ‘Sai de Baixo’ | FÁBIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDO

Fernando Villavicencio

Candidato presidencial equatoriano, Fernando Villavicencio morreu com três tiros na cabeça após realizar um comício em Quito, no dia 9 de agosto deste ano. O político era um dos oito candidatos do primeiro turno das eleições presidenciais que aconteceram no país neste ano.

O ex-deputado e agora candidato à presidência, Fernando Villavicencio, gesticula do lado de fora da Procuradoria-Geral da República em Quito

O candidato à presidência Fernando Villavicencio foi assassinado | Rodrigo Buendia/AFP – 08/08/2023

Léa Garcia

Ícone do audiovisual nacional, Léa Garcia morreu na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul. Ela seria homenageada com o troféu Oscarito, a mais tradicional honraria concedida, desde 1990, pelo Festival de Cinema da cidade. Ela estreou na televisão na década de 1950. Ao longo de sua extensa carreira, participou de mais de cem produções, recebeu diversos prêmios e deixou uma contribuição inestimável, como na novela A Escrava Isaura.

léa garcia morte

Léa Garcia morreu devido a complicações cardiológicas | Reprodução/Instagram/@leagarciaeumesma

MC Marcinho

Márcio André Nepomuceno Garcia, mais conhecido como MC Marcinho, morreu de falência múltipla dos órgãos aos 45 anos, no dia 26 de agosto. O funkeiro estava há três meses internado no hospital Copa D’Or, em Copacabana, no Rio de Janeiro. MC Marcinho começou a carreira nos anos 90 no funk melódico e lançou seu primeiro álbum solo em 1998, o “Sempre Solitário”, com produção do DJ Marlboro. As músicas “Rap do Solitário” e “Garota Nota 100” foram os destaques e caíram no gosto do público carioca.

MC Marcinho

MC Marcinho morreu em agosto deste ano, aos 45 anos | Reprodução/Instagram/@mcmarcinho

Setembro

Steve Harwell

Cantor da banda Smash Mouth, Steve Harwell morreu em 4 de setembro, aos 56 anos. A causa do falecimento foi insuficiência hepática, que é a perda da função do fígado. Harwell ficou conhecido por cantar as músicas “All Star” e “I’m a believer”, clássicos da trilha sonora da animação “Shrek“. Em 2021, o músico confirmou sua saída da banda para cuidar da saúde física e mental.

Steve Harwell

Steve Harwell estava em cuidados paliativos | Mike McGinnis/Getty Images/AFP

Walewska Oliveira

Walewska Oliveira, campeã olímpica com a seleção brasileira de vôlei, morreu ao cair do 17º andar de um prédio em São Paulo, em 21 de setembro. Aos 43 anos, Wal deixou o esporte no ano passado. Medalhista de ouro nas Olimpíada de Pequim-2008, ela também foi bronze na Atenas-2000. Nascida em Belo Horizonte, a atleta começou sua carreira no esporte aos 12 anos, quando ingressou no Minas Tênis Clube.

Walewska Olveira

Walewska Oliveira morreu em setembro de 2023, em SP | Reprodução / Instagram / @walewska.oliveira

Michael Gambon

O ator Michael Gambon, conhecido por dar vida a Albus Dumbledore na franquia “Harry Potter”, morreu aos 82 anos. Em sua filmografia, além da franquia “Harry Potter”, estão filmes como “O Fantástico Senhor Raposo”, “O Discurso do Rei”, “Entre Facas e Segredos” e “Kingsman: O Círculo Dourado”. Em meio século de carreira, o ator recebeu cinco prêmios Bafta, considerado o Oscar britânico.

Michael Gambon

Ator fez parte do elenco de Harry Potter | JUSTIN TALLIS / AFP

Outubro

Bobby Charlton

O campeão mundial com a seleção da Inglaterra em 1966 e lenda do Manchester United, Bobby Charlton morreu aos 86 anos em outubro deste ano. A morte trouxe a comoção de times e famosos como Manchester United, David Beckham, Liverpool, Real Madrid, Chelsea e o perfil oficial da Premier League, além da seleção da Inglaterra.

Sir Bobby Charlton, ex-jogador de futebol do Manchester United e da Inglaterra, após a partida das quartas de final da Copa da Inglaterra entre Chelsea FC e Manchester United

Bobby Charlton, ex-jogador de futebol do Manchester United, morreu neste ano | WILL OLIVER/EFE/EPA

Matthew Perry

Conhecido por interpretar o personagem Chandler Bing, na série “Friends”, Matthew Perry morreu em outubro deste ano, aos 54 anos. O comediante foi encontrado por seu assistente em uma banheira de sua casa. O artista também participou de outras programas de televisão, como “Boys Will Be Boys”, “Growing Pains”, “Silver Spoons”, “Charles no comando”, “Sydney”, “Beverly Hills, 90210”, “Home Free”, “Ally McBeal”, “The West Wing”, “Scrubs”, “Studio 60 on the Sunset Strip”, “Go On” e outros. Seu último trabalho foi em 2017, interpretando o papel de Ted Kennedy na minissérie “The Kennedys After Camelot”.

Chandler

Ator ficou conhecido pelo personagem Chandler Bing | CARLO ALLEGRI / Getty Images North America / Getty Images via AFP

Novembro

Elizangela

A atriz Elizangela do Amaral Vergueiro morreu aos 68 anos, em Guapimirim, no Rio de Janeiro. A artista passou mal em sua casa e deu entrada no Hospital Municipal José Rabello de Mello com uma parada cardiorrespiratória. Apesar da tentativa de reanimação, ela não sobreviveu. Afastada da televisão desde 2019, a atriz participou de várias novelas da Globo, como “Força do Querer” e “A Dona do Pedaço”, “Jogo da Vida”, “Por Amor, “Senhora do Destino”, “O Clone”, “A Favorita”, “Pecado Capital”, entre outras.

Elizangela

Elizangela morreu no Rio de Janeiro | Divulgação/Globo

Ana Clara Benevides

Fã da cantora Taylor Swift, a jovem Ana Clara Benevides, de 23 anos, morreu no Rio de Janeiro, em novembro deste ano. A jovem teve paradas cardiorrespiratórias em um dos dias mais quentes da história da capital carioca quando assistia ao show da cantora americana na “The Eras Tour”. A morte da garota levou sua família a entrar em contato direto com Swift. Após a tragédia, o Governo Federal criou lei para distribuição gratuita de água em grandes eventos durante períodos de temperaturas extremas no Brasil.

Foto de rosto da jovem morta em show da Taylor Swift

Ana Clara Benevides tinha o sonho de conhecer Taylor Swift | Reprodução/Instagram/@acbenevidesm

Lanny Gordin

Guitarrista da Tropicália, Lanny Gordin morreu no dia 28 de novembro, aos 72 anos. O músico estava internado há um mês em um hospital na Mooca, na capital paulista, após diagnóstico de pneumonia. Ele participou do processo da composição dos álbuns “Gal Costa” (1969) e “Fatal – A Todo Vapor” (1972), que incluem clássicos como “Baby”, “Dê Um Rolê” e “Divino Maravilhoso”. O músico também esteve em trabalhos de Gilberto Gil e Caetano Veloso, como o álbum “Araçá Azul” (1973).

Lanny Gordin

Lanny Gardin foi guitarrista de nomes da Tropicália | RENATO LUIZ FERREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

Dezembro

Gil Brother Away

O comediante Jaime Gil da Costa, mais conhecido como Gil Brother Away, faleceu aos 66 anos. O ex-integrante do programa humorístico ‘Hermes e Renato’ enfrentava cânceres na próstata e na bexiga após ter sofrido um AVC em junho deste ano.

Gil Brother Away

Gil Brother Away fez parte do grupo Hermes e Renato de 2002 a 2008 | Reprodução/YouTube/TheBrothers

Denny Laine

Colega de Paul McCartney na banda Wings, Denny Laine morreu no mês de dezembro de 2023, aos 79 anos. Laine vinha sofrendo diversos problemas respiratórios após contrair Covid-19 em 2022. Paul McCartney chegou a homenagear o músico na canção “Jet” durante apresentações no Brasil dias após a morte do artista.

Denny Laine

Denny Laine teve complicações respiratórias após contrair Covid-19 | Randy Shropshire / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP

Andre Braugher

O ator Andre Braugher, conhecido por interpretar o Capitão Holt na série “Brooklyn Nine-Nine”, morreu aos 61 anos, no dia 11 de dezembro de 2023.  A causa da morte ainda não foi divulgada. Segundo o site “Deadline”, Braugher faleceu após uma “breve doença”. Ao longo da carreira, ele venceu dois prêmios Emmy. Nas telonas, o norte-americano estrelou “Cidade dos Anjos”, “Posseidon”, “Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado” e “Thief”.

Cena de B99

Andre Braugher. de ‘Brooklyn Nine-Nine’ | Divulgação/ABC

Lee Sun-kyun

O ator sul-coreano Lee Sun-kyun, famoso por seu papel no filme “Parasita“, foi encontrado morto na quarta-feira, 27 de dezembro. Ator do filme premiado nas principais categorias do Oscar e de Cannes, o ator sul-coreano cometeu um suicídio. Recentemente, havia sido interrogado pela polícia por três vezes para prestar esclarecimentos sobre uso ilegal de drogas.

Lee Sun-Kyun

Ator participou do filme ‘Parasita’, premiado no Oscar | ANGELA WEISS / AFP

PC Siqueira

Na noite do dia 27 de dezembro de 2023, o youtuber PC Siqueira foi encontrado morto em sua casa no bairro de Santo Amaro, na zona sul da capital paulista. Aos 37 anos, o influenciador havia conquistado a fama por meio de suas redes sociais, com vídeos e fotos. PC Siqueira sofria com depressão, e a doença se agravou após ser exposto por suposto caso de pedofilia. O youtuber perdeu contratos e parcerias e pedia doações e ajuda em suas redes sociais. A polícia não tem conclusões sobre o caso. Paulo Cezar foi sepultado em uma cerimônia para familiares e amigos em sua cidade natal, Guarulhos, na Grande São Paulo.

pc siqueira

PC Siqueira se suicidou no dia 27 de dezembro | Reprodução/Instagram/pecesiqueira

Gil de Ferran

Gil de Ferran e Fernando Alonso abraçados

O bicampeão da Indy Gil de Ferran (à esq.) ao lado do piloto espanhol Fernando Alonso | Reprodução/Instagram/Gil de Ferran

Nascido em Paris, filho do engenheiro mecânico francês Luc de Ferran, Gil abraçou o país da mãe, Maria Lúcia, para onde se mudou aos quatro anos. É considerado um dos maiores pilotos da história, com dois títulos da Indy no currículo e uma vitória na tradicional prova das 500 Milhas de Indianápolis. Antes de fazer sucesso nos Estados Unidos, tentou entrar na Fórmula 1, mas a falta de patrocínios foi um empecilho. Estreou na Indy em 2005 e já ganhou uma corrida em seu primeiro ano. Após parar de correr, finalmente chegou à F-1, na parte diretiva. Era consultor da McLaren quando sofreu uma parada cardíaca fulminante, há dois dias.

Tom Wilkinson

O ator Tom Wilkinson no filme “O Cavaleiro Solitário”

O ator britânico foi um dos protagonistas do icônico filme “Ou Tudo ou Nada”, de 1997, pelo qual recebeu um prêmio Bafta. Foi indicado duas vezes ao Oscar, por “Entre Quatro Paredes” (2001) e “Conduta de Risco” (2008), mas é também lembrado por interpretar o mafioso Carmine Falcone em “Batman Begins” (2005). Também trabalhou em “O Grande Hotel Budapeste” (2014), “Shakespeare Apaixonado” (1998) e “O Exorcismo de Emily Rose” (2005). Foram mais de 130 papéis no cinema ou na TV. Tom Wilkinson morreu aos 75 anos. A causa da morte não foi divulgada.




Fonte: Jovem Pan