Experiências oferecidas pela Bahia aos visitantes são divulgadas no Salão Nacional do Turismo

Sol e praia, carnaval, culinária típica, ações comunitárias, manifestações indígenas, avistamento de baleias, religiosidade, afrobaianidade e vivência rural. Essas são algumas das diversas experiências turísticas oferecidas pela Bahia, divulgadas no Salão Nacional do Turismo, que aconteceu de sexta (15) a domingo (17), em Brasília. O evento é uma iniciativa do Ministério do Turismo, após 12 anos sem ser realizado, e contou com a participação dos principais destinos do país, que mostram seus atrativos para brasileiros e estrangeiros.

“O turismo é a mola propulsora do desenvolvimento sustentável. Ele é responsável pela geração do maior número de empregos no país, perdendo apenas para a construção civil. Por isso, é importante estarmos aqui, reativando esse encontro com os estados ”, declarou o ministro do Turismo, Celso Sabino.

A Bahia está representada pela Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA), acompanhada de parceiros das esferas pública e privada. “Trouxemos algumas experiências e poderíamos ter trazido muito mais, em função da diversidade de atrativos da Bahia, nos 50 segmentos disponíveis. Nossos espaços foram projetados para estimular o interesse de turistas nacionais e internacionais, por vivências genuínas em nosso estado”, pontuou a chefe de gabinete da Setur-BA, Giulliana Brito.

“A Bahia é o único estado que tem nove destinos fortíssimos, é o maior do país em atividades turísticas. A Bahia é craque no setor”, afirmou o fundador da CVC Viagens, Guilherme Paulus.

Durante o primeiro dia do evento, aconteceu a reunião do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur), com a presença da Setur-BA. Foram discutidas ações para a ampliação da participação dos estados nas decisões nacionais que impactam no turismo regional.

Fonte: Ascom/Setur



Fonte: Governo do Estado da Bahia